Notícia

Mulher e Direitos Humanos

Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos do Estado de Alagoas
Sexta, 06 Abril 2018 13:08
GOVERNO PRESENTE

Estudantes da Escola Tiradentes, em Arapiraca, participam do Maria da Penha vai à Escola

Projeto da Semudh é mais uma ferramenta no combate à violência doméstica

Proximidade na construção de uma cultura de paz é mais uma ferramenta no combate à violência doméstica Proximidade na construção de uma cultura de paz é mais uma ferramenta no combate à violência doméstica Sirley Veloso
Texto de Sirley Veloso

Mais de cem alunos da Escola Militar Tiradentes, em Arapiraca, participaram das palestras oferecidas pela Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh), por meio do Projeto Maria da Penha vai à Escola, sobre violência contra a mulher, durante o primeiro dia da 9ª Edição do Governo Presente na Região Agreste de Alagoas.

A Unidade Móvel da Mulher também esteve no local levando atendimento jurídico e psicossocial às mulheres da comunidade. As atividades estendem-se até este sábado (7), em vários municípios que compõem o Agreste alagoano.

O Maria da Penha vai à Escola tem como objetivo levar a discussão para as salas de aula, contribuindo para uma consciência crítica e também para a formação de multiplicadores no combate à violência contra a mulher.

Já no Município de Girau do Ponciano, a Semudh realiza oficinas pedagógicas com o propósito de conscientizar as crianças para a necessidade de um mundo mais inclusivo. A proposta da Superintendência da Pessoa com Deficiência é levar ao público infantil a temática da PcD, de forma lúdica, usando para isso os jogos, a contação de estórias e a pintura.
A secretária Claudia Simões ressaltou a importância de Projetos como o Maria da Penha vai à Escola e dos jogos lúdicos para uma maior proximidade com o público infantojuvenil e a construção de uma sociedade mais inclusiva e de uma cultura de paz.

O propósito do Governo Presente é levar até às comunidades mais distantes, as ações desenvolvidas pelo Governo do Estado, promovendo, assim, uma maior proximidade e interação com a sociedade.